sábado, 16 de março de 2013

Seja forte, diga não as drogas!



Deus criou o homem dotado de inteligência, mas também lhe concedeu o livre arbítrio. Infelizmente nem todas as pessoas estão aptas a tomar decisões, o ato de dizer não as drogas faz toda a diferença na vida de uma pessoa, a atitude correta eleva e enriquece a alma do ser humano, mas infelizmente existem seres fracos com tendência a alta destruição. São pessoas, muitas vezes com o potencial altíssimo, talentosas e até mesmo boníssimas de coração, em suas vidas públicas chegam até a ser um exemplo para muitos jovens, porém em seu íntimo ocorre revoltas, insegurança, baixo-estima, insatisfação consigo mesmo ansiosos com os acontecimentos do dia a dia. De caráter fraco esse ser termina recorrendo as drogas em busca de uma felicidade falsa, é um pobre coitado que não soube dizer não ao entorpecente, mal o sabe que as consequências dessa atitude errônea tem o preço de sua vida, todos nós somos testados ao longo de nossas vidas.
Conta Maria quando jovem, na altura dos seus dezesseis anos de idade se viu em uma situação complicada. Em uma tarde de verão conheceu um belo rapaz, olhos claros de físico atleta, conversaram e marcaram para se encontrar naquele mesmo dia, no começo da noite. Além de bonito ele era simpático e galanteador, estava indo tudo muito bem até que o jovem tira do bolso da calça um cigarrinho feito de ervas, o chamado cigarro do capeta e começou a tragar de uma forma esquisita bem ali em sua frente, tendo espasmo entre um trago e outro, a jovem ficou em pânico, nunca tinha presenciado tal coisa até aquele momento, a impressão que tinha era que a cada tragada que o jovem dava naquele cigarro ele tinha a fisionomia mudada, de jovem bonito de repente ali na sua frente se via o demônio, o mais curioso, o que não passou despercebido por Maria era que no fundo parecia que o rapaz sofria muito, porém a menina mais assustada ficou quando esse andou em sua direção lhe oferecendo a droga, ela estava gelada, apavorada diante da cena bizarra.
__ Vai um trago ai?
__ Não!!! Muito obrigada, não curto essa parada.
__ Pega ai, é só um trago menina. Insiste o jovem, de fisionomia transformada se contorcendo transparecendo sentir uma grande dor.
Maria responde decidida:
__ Não quero, estou fora, já ouvi falar dessa parada, isso é droga que vicia, que destrói a vida e até mesmo a alma.
__ KKKKK, a bonequinha do papai não quer se comprometer, não sabe o que está perdendo, essa viagem está louca, alucinante! Me dá a mão e vem comigo morena!
__ NÃOOOOOOO! Já disse que não quero! Desvencilha Maria do abraço mortal, em seguida se volta tomando o caminho para casa coroada sobre um manto de estrelas, a noite estava linda, o luar claro iluminava a abóboda celeste, a brisa quente brincava em seus cabelos, o cenário era fabuloso, porém Maria se encontrava de alma triste, penalizada com a situação do belo jovem, pensativa se perguntava: Quem precisa de drogas, viver sobre monstros em trevas, se a verdadeira felicidade é a vida! Olha Maria agradecida e embevecida ao seu redor. Se podemos desfrutar desse deslumbro de natureza presente doado por Deus?
De longe ela ainda se volta decepcionada com a situação do rapaz, se aquele jovem pudesse se ver, parecia um louco, um monstro, o efeito da droga no organismo do homem é maléfico, é degradante. Assim se inicia a derrocada de um ser humano, essa experiência o transforma em outro ser em uma versão horrenda e apavorante.
 Maria conta que uma coisa é certa, todas as vezes que se lembra desse dia sente muito orgulho de si mesmo por ter tido forças para dizer não as drogas.
Bom seria se todos os jovens tivessem essa mesma determinação.
Dizer não as drogas mostra inteligência, amadurecimento, amor próprio. Quem se rende as drogas só tem um caminho, a destruição, a morte. Não adianta ser famoso, talentoso, rico, competente, porém se esse se rende as drogas, está marcada sua sentença de morte. Como diz uma das músicas do eterno Cazuza: “Meus heróis morreram de overdose”
Jovens, vamos mudar essa letra, todos nós somos heróis quando tomamos atitudes corretas. Seja forte e diga não as drogas!
Veza o caso mais recente do nosso querido cantor e compositor Chorão. Era um exemplo de talento musical e também desportista, no entanto na vida pessoal vivia um drama, era viciado em drogas causando grandes sofrimentos e transtornos a si próprio e a familiares, terminando se dando como exemplo também aos seus fãs que a droga mata.
Portanto caros jovens, não queira para si o destino de muitos que foram vencidos pelo vício das drogas, terminando com um fim trágico, se doando como refém para esse mal do século.
Tantos outros jovens como você que nesse momento estão em uma cama de hospitais, em vias terminais morrendo de câncer, leucemia, doenças renais, coronárias, etc., desejando muito viver, sendo que a saúde debilitada desses meninos e meninas em tenras idades os impede de curtir sua juventude, no entanto quem tem saúde se envereda por caminhos suicidas se perdendo nas drogas, banalizando o dom da vida.
Então jovem? O que você me diz? Você que é esperto, inteligente, vivendo em pleno século XXI ainda cai na cilada mórbida das drogas?
Sendo, que é certo que só os fracos, os perdedores, os vacilões nos dias de hoje fazem uso desses entorpecentes. Sem essa que droga faz viajar, droga alucina, entorpece, destrói, aniquila e por fim mata.
Portanto, acorda jovem! Se insistir em entrar nessa de viagens alucinantes vai terminar despertando em espírito, em uma pia fria de necrotério direto pro mundo do alem, depois do teu desenlace, só a misericórdia de Deus para te salvar!
Força! Confie em Deus e diga não as drogas!
Primeiro te ajudas! Que o céu te ajudarás!

                       Dilma Lourenço Moreira.

Um comentário:

  1. É preciso muito amor, em si e no outro para resistir ao fácil e a moda.
    É preciso ser careta, e agradar primeiro a si depois o outro.
    É como você disse: seja forte, pois virou um costume na cidade e no interior, consumir drogas, e por isso, facilmente se encontra quem consome e quem pode lhe oferecer.
    Seja Forte!!!!

    ResponderExcluir

Meu amigos no diHITT

Loading...