segunda-feira, 26 de março de 2012

Espelho da vida




        Quantos se olham no espelho e se acham importantes por seus méritos materiais, mas se esse indivíduo olhar mais demoradamente em seu reflexo vai descobrir uma alma sofrida, oprimida com o peso da culpa.


O homem vale pelo seu caráter correto, por suas boas atitudes, pelo respeito que tem ao próximo e acima de tudo ser verdadeiro com si próprio.

Como é bom deitar a cabeça no travesseiro, com a consciência tranqüila, sem temor, sem o peso de ter oprimido um irmão ou praticado um ato, que mais tarde venha a te envergonhar ou desgostar a quem te venera. Quantos podem se orgulharem, de estarem percorrendo trilhas corretas.

Aqui na terra somos todos estrangeiros, com vistos programados para a partida. Sabemos que não pertencemos a esse lugar, mas todos têm a ilusão, que ainda demora o nosso retorno, só que o amanhã logo vem e esse dia muitas vezes nos pega de bagagem vazia. Quantos hão de chorar, por ter desperdiçado seu tempo com mesquinharia, intrigas, em vez de enriquecer seus dias adquirindo virtudes, erguendo os irmãos desvalidos, de vias públicas.

Deus quando criou o homem disse: crescei e procriai. Só que entre essas duas palavras há mil caminhos e atitudes diferentes a tomar, cabendo a cada um decidir o melhor para si, ciente que essa viagem tem um fim.

Não espere ser pego com as malas vazias, o tempo urge. É preciso agir, vamos encher a bagagem da vida com a prática do bem, sentir o amor ao próximo aflorar em nossos corações e enfim, na tua chegada em tua moradia eterna, teus entes queridos vão te receber, quando perguntarem como foi de viagem?

Rogo que tenha coisas boas a lhe dizer, que só teve vitórias e que muito aprendeste, apesar de que quando a viagem terrena é bem sucedida, do teu espírito resplandece luz, fazendo todo bem que fizeste ressurgir!


                                        


                          Dilma Lourenço Moreira




        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meu amigos no diHITT

Loading...