segunda-feira, 11 de outubro de 2010

O elefante branco





Mamãe elefanta deu a luz a um elefantinho branco, todos ficaram muito surpresos, já a dona elefanta, amou o seu filhote desde o primeiro minuto, ela sabia que o seu filhote era diferente dos outros elefantes da mata, todos eram marrons e tinham alguns até cinza, mas o seu, era o único branco.

Apesar de branquinho ser diferente dos outros, ele era um filhote brincalhão e feliz, igual aos outros filhotes do bando.

O elefantinho foi crescendo e já não estava tão feliz, volte e meia mamãe elefanta pegava o seu filhote triste em um canto, enquanto os outros filhotes se divertiam.

__ O que está acontecendo, branquinho? Por que você não está brincando com os seus amiguinhos?

__ Mamãe, por que eu nasci diferente dos outros? Pergunta o elefantinho, chorando.

__ Você se acha diferente, branquinho?

__ Mamãe, veja a minha cor! Não tem mais nenhum elefante assim como eu, os outros elefantinhos todos riem de mim, tem alguns, que os pais deles não querem que brinquem comigo porque acham que eu sou doente!

O elefantinho para de reclamar por alguns instantes para assuar a sua tromba. E triste, pergunta.

__ Eu sou doente, mamãe?

__ Claro que não, meu filhote? Você não deve dar ouvido para essas pessoas preconceituosas!

__ E o que é ser uma pessoa preconceituosa, mamãe?

__ São pessoas que não aceitam os seus semelhantes do jeito que eles são, mas isso é uma bobagem, existe gente de tudo que é jeito e de todas as cores!

__ Isto é verdade, mamãe? Então, eu não sou o único diferente?

__ Meu anjo, o melhor está justamente na diferença. Você já parou prá pensar se no mundo inteiro tivesse apenas uma espécie de animal, ou se existisse apenas uma cor, o mundo seria sem graça, porque para todo lugar que olhássemos ou fôssemos, seria a mesma coisa. Deus quando fez a sua criação ele deixou a sua imaginação livre e fez de tudo um pouco, cada ser com a sua serventia, nenhum ser está aqui por acaso meu bem!

__ E qual a minha serventia, mamãe? Por que Deus me pintou de branco?

__ Meu branquinho, todos nós somos diferentes uns dos outros, pode até ser da mesma espécie, mas tem lá a sua diferença. Veja a dona onça que mora aqui do lado, é briguenta e invejosa, enquanto a sua irmã tem a mesma aparência que ela, mas é um amor de animal. Você entendeu meu filhote, a diferença está dentro das pessoas e não na forma que Deus a criou!

__ É mamãe, eu acho que estou entendendo o que a senhora está querendo dizer, eu tenho dois amiguinhos, o Mario e o Zé, eles são irmãos gêmeos, um é legal, o outro já não é, este está sempre pegando no meu pé, ri da minha cor, diz que sou estranho, mas estranho mesmo é ele, que está sempre arranjando confusão com todos aqui na mata!

__ Isso mesmo meu filhote, todos nós temos a nossa diferença, mas a diferença mais importante vem do nosso íntimo, são os nossos sentimentos, é o que difere uma pessoa da outra, uns são bondosos outros arrogantes, maldosos, invejosos, etc. E tem também a diferença de cor, uns pretos outros brancos, amarelos e até mesmo vermelhos, esses são diferentes na aparência apenas na cor da pele, mas o que vale mesmo, o que é mais importante são os nossos sentimentos, é o que está guardado dentro dos nossos corações, devemos tratar os nossos semelhantes com respeito, com bondade, aceitando-os do jeito que são, pouco importa sua aparência!

__ Então eu não sou diferente, mamãe?

__ Filho, na verdade você não é diferente e sim especial, veja pelo lado bom. Deus como você disse pintou todos os outros elefantinhos, uns de marrons outros de cinzas, mas você ele pintou de branco porque ele queria fazer você especial. Você já pensou nisso? Que Deus te pintou de branco justamente para você se destacar do resto do bando!

__ Conta mais mamãe, estou gostando!

__ Lembra meu filhote, quando te falei que nada acontece por acaso?

__ Sim mamãe, você sempre diz que Deus não castiga ninguém e se eu nasci de cor diferente do resto do bando é sinal que Deus espera algo mais de mim!

Mamãe elefanta abraça seu filhote, com muita ternura.

__ Muito bem, meu filhotinho! Você aprende rápido, estou muito orgulhosa do meu elefante branco!

Passa algum tempo e olha quem vem ali adiante comandando a manada de elefantes. É o elefantinho branco chefiando todo o bando.



Dilma Lourenço Moreira


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meu amigos no diHITT

Loading...