sábado, 30 de junho de 2012

A dança das sacolas plásticas





Galerinha! Se liga! Os maus empresários estão querendo derrubar a campanha para tirar as sacolas plásticas comuns de circulação, sendo que essa campanha só vem beneficiar o nosso meio ambiente.
Mais uma vez fiquei chocada com a falta de autoridades dos nossos governantes. Quando enfim pensei que as autoridades desse país estavam ficando mais conscientes em relação à saúde do nosso planeta, aderindo a campanha da retirada das sacolinhas plástica comum, com o intuito de diminuir o lixo em nosso meio ambiente, diante desta atitude fiquei feliz, achei mesmo que o país estava caminhando, no entanto as autoridades deste país, lamentavelmente não tiveram forças para lutar contra os empresários, obrigando esses a aderir as sacolas plásticas biodegradável, produto esse menos nocivo na poluição do nosso planeta.
Então, os governantes sutilmente para não perder os impostos dos empresários, jogaram a responsabilidade dessa campanha para o povo, como se esse também não pagasse impostos por cada mercadoria que leva para casa, ainda teriam que pagar por suas próprias sacolas plásticas biodegradável, ou levasse de casa suas próprias sacolas ao fazer as suas compras.
Bem, de um jeito ou de outro nós, os consumidores, estávamos fazendo a nossa parte, ou seja, estávamos levando adiante a campanha para diminuir o lixo do planeta, uma vez que as sacolas de plásticos biodegradáveis se dissolvem em menos tempo, até que os governantes resolveram arregar para os empresários, liberando a volta das ditas sacola plásticas, nos comércios outra vez.
Galerinha! Que tipo de país é esse, que as autoridades governamentais não têm nem forças para manter uma campanha para melhorar a qualidade do lixo do país que se vive, se deixando intimidar por pressões de empresários?
Eu não sei nas cidades de vocês, mas aqui na cidade de São Vicente, litoral de São Paulo as sacolinhas comum de plásticos já estão em circulação. Agora eu te pergunto, galerinha: Quem é pior? Os nossos governantes, os maus empresários ou o povo que aceita levar essas sacolinhas mal cheirosas para casa?
Pois eu te digo galerinha, se os governantes não podem com os empresários, nós, os consumidores, podemos. O povo não sabe o poder que tem em mãos, precisa se impor, ter mais atitudes, fazer valer os seus direitos de cidadão, exigir o melhor para si e pro nosso planeta.
Quando você consumidor não estiver em posse de sua própria sacolinha, exija do comercio sacolas biodegradáveis, caso contrário vá comprar em outro lugar, em outro bairro ou até mesmo em outra cidade. Não leve lixo para sua casa. De preferência a um comercio consciente.
Vamos à luta galerinha! Fale com seu pai, sua mãe, seus vizinhos.
Vamos diminuir o lixo no planeta, não permita que sacolinhas de plásticos comum entre em suas casas. Não deixe que essa campanha a favor do meio ambiente seja frustrada. Essa luta é sua, essa luta é do povo.
Se os empresários de sua cidade, de seu bairro se recusam a aderir à campanha de limpar o nosso planeta, fora também com ele. De preferência aos empresários conscientes, esses são amigos do nosso planeta.

                Dilma Lourenço Moreira 

5 comentários:

  1. Fala-se muito das sacólinhas plásticas, como se elas fossem as vilãs do meio ambiente, enqto que o vilão na verdade é a falta de educação do povo! Más é mais fácil proibir e encher o bolso dos empresários de $$ do que educar!
    O valor das sacólas plásticas está embutido no preço das mercadorias, e assim os mercados faturam muito mais, pois além de não nos fornecerem as sacólas pelo qual estamos pagando, ainda nos vendem as sacólas retornáveis e as biodegradáveis.
    Enqto isso na televisão a mídia molda a opinião pública nos convencendo de que a sacóla biodegradável é a solução para os problemas ambientais, más não falam que essas sacólas necessitam de ambiente propício para se degradar, não fala que mts delas contém petróleo em sua composição, não fala que a decomposição delas libera gáses poluentes, não fala que algumas delas contém metais pesados em pqnas qdes em sua composição, que se consumida em gde escala se torna um sério problema ambiental, tb não fala que muitas dessas sacolas são feitas da mesma composição que a sacola comum, a diferença é que se acrescenta elementos químicos pró-oxidantes para acelerar sua degradação, portanto o plástico não desaparece, apenas se quebram as moléculas, tornando-se invisiveis a olho nú, más o plástico continua ali, contaminando o solo, plantas e lençóis freáticos...
    Não se deve proibir o uso e sim educar para que haja consumo consciente, proibir não resolve o problema, educar resolve, porém o governo não está preocupado em investir em educação, nem em projétos sustentáveis úteis, uma vez que nem a coléta seletiva, que é algo tão simples, não se consegue por em prática, o q diria educar então hein?
    Enqto isso vamos jogando em nossos aterros sanitários, quilos e mais quilos de embalagens de shampoo, manteiga, hidratantes, iogurtes, biscoitos, garrafas dàgua... Pq o q faz mal são as sacólinhas do supermercado... ¬¬

    Consciência ambiental? Eu chamo de hipocrisía governamental!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Grazy por esses seus esclarecimentos, realmente o que nós,o povo, estamos precisando mesmo é de educação e conhecimentos.
      Obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre.

      Bjs.

      Dilma

      ResponderExcluir

      Excluir
    2. Grazy, concordo plenamente com você que a sacolinha biodegradável não seja a solução para acabar com a poluição do nosso planeta, porém é começo, cabe as autoridades competentes do país investir neste tipo de coleta de lixo.
      Estamos no século 21 , está na hora desse nosso país caminhar.

      Abraços
      Rogério

      Excluir
    3. Por nada!! Dá uma passada no meu blog! http://dicasdeboaleitura.blogspot.com.br/

      Pois é Rogério, sem educação nada dá certo! Na minha cidade tem coléta seletiva, porém a maioria das pessoas não colocam o lixo na calçada separado e nos dias corretos de cada um, ou seja, de que adianta o governo investir em projéto ambiental, se não educa e conscientiza o povo? =/

      Abçs à vcs!!

      Excluir
  2. Olá Dilma, muito bom este alerta, concordo com você.
    Se o povo estava fazendo a sua parte, levando ao supermercados as suas sacolinhas biodegradáveis, porque então o órgão competente responsável por esse problema acabou voltando atrás trazendo de volta as antigas sacolinhas, ou seja, pelo que estou entendendo estamos voltando para estaca zero.
    Depois do Rio+20, não vi evolução nenhuma.
    Acho que o povo tem que continuar com a campanha de não aceitar as sacolinhas plásticas comum.


    Abraços

    Rosilene

    ResponderExcluir

Meu amigos no diHITT

Loading...