domingo, 29 de abril de 2012

O porco Smith


           O porquinho Smith vivia em uma fazenda, com muita fartura. Esse comia tanto, que depois das refeições quase não conseguia andar com o peso da pança. Dona aranha estava sempre chamando a sua atenção.
__ Meu querido Smith, pra que comer tanto? Comemos para viver e não vivemos apenas pra comer!
__ E qual a diferença, dona aranha? Perguntava o porquinho, com a boca cheia de comida.
__ A diferença é que não precisa comer muito para que o seu organismo fique nutrido, porque as vitaminas estão na qualidade dos alimentos e não na quantidade, enquanto você se preocupa apenas em comer, perde a chance de aproveitar os outros prazeres da vida. Você sabia Smith, que a gula é um dos sete pecados?
__ Hora dona aranha e tem coisa mais gostosa no mundo do que comida?
__ Se você continuar comendo desse jeito Smith, logo, logo você é quem vai virar comida! Olha como você está gordo!!!
__ E eu vou fazer o que dona aranha, esta é a minha sina! Eu sei que quanto mais eu comer mais eu vou engordar!
__ E mais cedo você vai morrer! Completou dona aranha, taxativa. É isso que você quer Smith, morrer?
O porquinho Smith tirou o focinho do coxo ficando alguns minutos pensativos, dizendo em seguida:
__ Espera aí dona aranha, mas se eu não comer eu vou ficar fraco, desnutrido e vou terminar morrendo do mesmo jeito, então é preferível morrer de barriga cheia!
__ Smith, não estou dizendo pra você parar de comer e sim controlar a quantidade de alimentos que você consome. O problema meu querido, não é a comida que mata, é o excesso, ou você acha que só veneno que mata? É por isso que a gula é pecado, se você olhar no dicionário, gula significa se exceder na comida, vício de comer ou beber demais e se você sabe que não pode exagerar na comida, porque esta pode te matar e mesmo assim você come exageradamente, então você está cometendo suicídio, que é um dos maiores pecados perante a lei de Deus, pondo fim na sua própria vida. O destino, quem faz somos nós, Smith! Se continuar a comer dessa forma compulsivamente, você só está antecipando a sua morte, comer demais também é um vício tanto quanto o álcool, drogas ou cigarros, esses não percebem, mas com isso estão diminuindo o seu tempo de vida, antecipando o seu fim!
O porquinho Smith ficou um tempo em silêncio pensando nas palavras de dona aranha, até que decidido falou:
__ A senhora tem toda razão, dona aranha! De hoje em diante vou procurar controlar essa minha gula que me faz comer exageradamente sem ter fome! Afinal, não sou peru, pra morrer na véspera!


Obs: Vamos todos seguir os conselhos de dona aranha, de vigiar os excessos para termos melhor qualidade de vida, sem destruir o que Deus nos doou!


                    
Dilma Lourenço Moreira

2 comentários:

  1. Oi Dilma

    Que bonitinha a historia do porquinho, vamos todos ser sensatos igual a dona aranha.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Dilma,parabéns pelo blog! .Venho aqui para te convidar a participar do meu agregador de conteúdo com os ótimos artigos que você possui ai em seu blog, será uma ótima forma de divulgação para você, espero contar com sua participação, um abraço. Nosso endereço: http://www.linksdahora.com

    ResponderExcluir

Meu amigos no diHITT

Loading...